Mais Ideias e Presentes de Natal

Dezembro 15th, 2009
Google Buzz

E porque ainda falta um pouco para ao Natal e seguindo as anteriores sugestões, vamos continuar a falar sobre presentes para crianças; hoje vamos até à idade da entrada para a escola.

Antes de continuarmos, lembramos que na última ligação feita no Facebook do Manual perguntávamos que prendas irão os vossos filhos receber. Participem, pois a comunicação entre pais pode trazer ideias muito boas que podem até fugir ao mais convencional, surpreendendo de facto as crianças (não se esqueçam de acrescentar a página ao vosso perfil).

Dos 2 aos 3 anos a criança aprende a:

  • Saltar, a trepar e pode andar em pé coxinho;
  • Construir uma torre e uma ponte com três cubos;
  • Fazer perguntas, compreende a maior parte do que lhe dizem;
  • Brincar verdadeiramente com as outras crianças (aumenta o tempo de trocas significativas com as outras crianças).

Presentes: mantém-se as bonecas, os carros, os camiões, comboios e os acessórios (casas, animais, garagens, telefones, …), os lápis de cera, as plasticinas coloridas, os livros didácticos, os legos, os puzzles. Caixas de música e pianos continuam apropriados. Os jogos de encaixe e de enfiamentos para trabalhar a motricidade e as bolas (claro). Os triciclos fazem bons presentes também. Alguns jogos de mesa podem também ser oferecidos (cartas para completar pares, …).

Dos 3 aos 5 anos, já é capaz de :

  • Andar sozinha, andar em bicos dos pés, saltar, subir e descer escadas;
  • Falar de forma compreensível e fazer muitas perguntas;
  • Ouvir histórias com atenção e reproduzir parte das histórias que ouve;
  • Desenhar a figura humana (cabeça, tronco e membros);
  • Reconhecer cores (quatro), tamanhos, formas, o grande e o pequeno.

Presentes: a capacidade de atenção da criança começa a aumentar, pelo que filmes de animação são bons presentes. Carros, pistas de carros e carros com controle remoto começam a ser os favoritos dos rapazes. Para as meninas continuam as bonecas, com os pratos, copos, talheres, comidas,… Kits de médico, bombeiros, escavadoras, casas, quintas, animais, também servem. Livros que trabalhem os conceitos como cores, tamanhos, formas. Digitintas (tintas não tóxicas para pintar com os dedos) e mesmo tintas para pincéis são óptimas uma vez que a criança quando for para a escola precisará de ter alguma destreza manual para conseguir escrever.

Dos 5 aos 6 anos a criança:

  • Sabe dançar ao som da música;
  • Fala correctamente, perguntando o significado de palavras abstractas;
  • Começa a distinguir a direita e a esquerda, ontem e amanhã;
  • Interessa-se pelas actividades da casa e do bairro;
  • Inventa jogos e muda-lhes as regras enquanto joga.

Presentes: Mantêm-se os anteriores mas agora surgem as bicicletas, os jogos de tabuleiro, os jogos de associação (de iguais, dominós, …) e os kits de experiências.

Outras Ideias e Presentes de Natal

Dezembro 9th, 2009
Google Buzz

Vamos continuar a falar sobre presentes de Natal; já vimos algumas ideias para as crianças até aos 9 meses, começamos agora com as crianças de 18 meses, as suas capacidades e as nossas ideias.

Até aos 18 meses a criança já:

  • Executa gestos a pedido.
  • Aumenta progressivamente o vocabulário produzindo algumas palavras.
  • Anda sem apoio.
  • Identifica 2 objectos.
  • Rabisca espontaneamente.
  • Produz 3 palavras.

Muitos dos presentes da faixa anterior podem também ser oferecidos, tais como livros com imagens, carrinhos, os aviões, as bonecas. Os triciclos com pedais para estimular a coordenação olho-pé são importantes, bem como as bolas. Lápis de cera grossos (porque facilita o segurar) para começar a rabiscar são uma óptima prenda. Jogos de enfiamentos (passar um cordel por dentro de formas, por ex.) Jogos de construção como os legos grandes fazem boas prendas.

Com 24 meses a criança consegue:

  • Tirar a roupa.
  • Construir torres (3 cubos).
  • Apontar 2 figuras.
  • Chutar a bola.
  • Seguir ordens simples.

Bolas, claro, para chutar e correr. Muitos livros didácticos que ensinem, por exemplo as cores.

Os puzzles de 4 peças com imagens simples e grandes ou os cubos também com imagens. Continuam as bonecas, os carros, os camiões e começam a interessar-se pelos brinquedos mais complexos como quintas com animais, casas com pessoas, são bons para desenvolver linguagem e criatividade. Além dos lápis de cera, as plasticinas coloridas (vigiadas porque a cor e o cheiro podem induzir a que a criança coma a plasticina) e modeláveis são boas para trabalhar a motricidade

Bom, não ficamos por aqui. Faltam ainda as crianças em idade pré-escolar, em idade escolar, os adolescentes, … até ao Natal ainda há muito para falar.

Ideias e Presentes de Natal

Dezembro 2nd, 2009
Google Buzz

Estamos tão perto do Natal que pensámos em falar sobre presentes. Embora na maioria das vezes está escrito na embalagem dos brinquedos qual a faixa etária mais adequada, nem sempre é fácil escolhermos entre tanta oferta. Vamos dar uma pequena ajuda, mostrando quais as capacidades que as crianças têm em cada faixa etária e como podemos ajudar a estimular e a adquirir novas capacidades.

Ficam algumas ideias para alegrar o Natal da criançada. Vamos começar hoje pela faixa etária até aos 12meses.

Aos 6 meses a criança já consegue

  • Responder activamente às solicitações do adulto: ri, olha, emite sons,…
  • Alcançar e segurar objectos e brinquedos.
  • Levar objetos a boca.
  • Emitir e localizar sons.
  • Rolar.

Os melhores presentes para esta idade são os que desenvolvem a comunicação e audição, que emitam sons, músicas, tais como rocas, mobiles, projectores; brinquedos que promovam a estimulação dos sentido táctil (e não só), com várias cores, macios e com texturas diferentes, como os ginásios, os peluches e livros com texturas; brinquedos de causa e efeito, como aqueles onde a criança quando carrega num botão e este emite som. Brinquedos que estimulem o movimento, como o agarrar e o gatinhar também são importantes.

Aos 9 meses a criança já é capaz de:

  • Procurar objectos escondidos.
  • Transferir objectos de uma mão para outra.
  • Emitir sílabas.
  • Sentar-se sem apoio.

Além de alguns presentes da faixa anterior (como os brinquedos de causa e efeito, peluches), podemos começar a estimular novas áreas, tais como a coordenação olho-mão com jogos de encaixe e de empilhar; continuamos a estimular a comunicação com jogos de música tais como pianos, telefones, …

Os triciclos (sem pedais) começam a ser utilizados a partir desta idade.

Aos 12 meses já podemos observar que a criança consegue:

  • Imitar gestos.
  • Fazer a pinça: segura com o polegar e indicador
  • Emitir palavras
  • Andar com apoio.

Agora, os presentes já estimulam o movimento autónomo e começamos a utilizar o andador. Brinquedos como os carrinhos, os aviões, as bonecas, com acessórios (como garagens para os carros) são adequados; contudo é necessário ter em atenção os tamanhos dos brinquedos  não podem ser demasiado pequenos para a criança não os engolir por acidente. Isto aplica-se a brinquedos que se desmontem em partes mais pequenas. Jogos interactivos com sons e palavras para estimular a fala, agora que a criança precisa de adquirir palavras.

Estas sugestões não dispensam nunca a presença do adulto para envolver a criança na brincadeira, até porque este pode estimular o interesse e atenção da criança, ajuda a desenvolver a comunicação e a aquisição das palavras e a relação com o outro.

No próximo post continuamos com as faixas etárias até aos 2 anos.

Boas compras e boas ideias…